Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Januária e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Januária
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Serviços
Conheça Januária

Januária é um dos destinos turísticos do Norte de Minas que atrai visitantes não só por conta das belezas naturais e pelas trilhas ecológicas, mas também pela memória preservada que podem ser observadas através dos casarios coloniais da região.

Situada a 600 quilômetros de Belo Horizonte, Januária é a cidade mais antiga do Circuito Velho Chico. Dados históricos apontam que a região começou a ser povoada por desbravadores bandeirantes, por submissão e força escrava indígena, sendo em 1860, elevada a categoria de cidade.

O nome Januária não tem uma versão definida, portanto as três versões são bem aceitas pelos moradores: de acordo com a primeira versão, o nome do município é uma alusão ao bandeirante e atuante fazendeiro Januário Cardoso de Almeida, irmão de Matias Cardoso que morava na região e era proprietário da fazenda Itapiraçaba, localizada onde hoje se encontra o município.

Outras versões, porém, atribuem o nome a uma homenagem à princesa Januária, irmã do Imperador Dom Pedro II e, ainda, à escrava Januária que, fugindo do cativeiro, teria se instalado no Porto do Salgado (atual município de Januária), estabelecendo ali uma estalagem, onde os barqueiros e tropeiros do povoado se encontravam.

A topografia da cidade é plana com leves ondulações, o subsolo da região pertence ao grupo Bambuí, composto por rochas sedimentares e mais recentes formação Urucuia.  A área territorial de Januária é de 6.691,17 Km2. A altitude máxima é de 794 m, no Morro do Itapiraçaba, e mínima, 444 m, na Foz do Rio Peruaçu.

O clima é tropical semiárido, atingindo as máximas 38º C e mínima de 12,6º, com médias anuais de 26,30º, com chuvas escassas, concentradas nos meses de outubro a março. E em função da pouca chuva e calor constante, estamos num bioma de transição caatinga, cerrado, mata seca, com resquícios de mata atlântica.

O município está situado à margem esquerda do rio São Francisco e oferece ainda uma linda temporada de praias de água doce, além de pesca, passeio de barcos, canoagem, competições, cerveja gelada e muito peixe a moda barranqueira.

Possui ainda o Pântano de Pandeiros, o ÚNICO Pântano de Minas em pleno Cerrado, além do balneário que é aberto à visitação pública, com exuberantes cachoeiras, corredeiras, área para camping, entre outros locais para lazer.

Oferece ainda uma deliciosa e diversificada culinária local, que vai das mais variadas formas de preparo do peixe, as receitas com influência indígena, quilombola e nordestina, aos saborosos doces de frutos do cerrado, o bolo de puba, o biscoito ginete, o cascarrão, o famoso arroz com pequi e um riquíssimo repertório de manifestações populares folclóricas e culturais, composta também por influências portuguesas, negras e indígenas. Conta com um acervo riquíssimo no artesanato e vastas manifestações populares, folclóricas, religiosas e culturais, composta por influências portuguesas, negras e indígenas, com destaque para a Cavalhada, Ternos, Encenação da Paixão de Cristo, Festa de Nossa Senhora do Rosário e Encomendação das Almas, no Distrito de Brejo do Amparo, berço do nascimento da nossa história, onde está erguida a Igreja de Nossa Senhora do Rosário, que é a segunda igreja mais antiga de Minas Gerais, fundada em 1688, com piso em placas de madeira – que na verdade são túmulos, onde eram enterrados pessoas da sociedade da época, quanto mais próximos ao altar, mais influentes eram, todas as inscrições são em letras romanas e algumas com inscrições cravejadas de taxas de cobre.  Além disso, o turista pode ainda degustar a melhor cachaça de Minas na rota dos Engenhos.

Januária destaca-se ainda por incontáveis grutas de formação calcária, com milhares de pinturas rupestres e recebe turistas durante todo o ano no Parque Nacional Cavernas do Peruaçu, o maior complexo de cavernas da América Latina, que, segundo registros do Guinness Book abriga a maior estalactite do mundo!

Além disso, tem ainda o título de melhor Carnaval de Minas Gerais, e é nesta época que a cidade recebe o maior número de visitantes, vindos dos municípios vizinhos, como também de todo estado, assim como turistas de outros lugares do país e do exterior.

Venha você também conhecer Januária “Encantos do Sertão Mineiro”!

Vídeos Vinculados
LANÇAMENTO DA MARCA TURÍSTICA DO DESTINO JANUÁRIA
ASSISTINDO
06/06/2022
LANÇAMENTO DA MARCA TURÍSTICA DO DESTINO JANUÁRIA
Conheça Januária
ASSISTINDO
11/01/2022
Conheça Januária
Seta
Versão do Sistema: 3.2.6 - 05/09/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia